02 maio 2015

#‎BattleOfHogwarts17Years‬

Todo ano é impossível deixar passar em branco, é impossível não chorar revendo o último filme, impossível não sentir saudade de ir ao cinema pra mais uma estreia... mas este ano eu não escreverei nada triste, só quero agradecer à J. K. Rowling (mesmo que ela nunca leia este texto), porque aprendi MUITO com a história que ela criou, porque deixou de ser só mais uma história pra ser parte da minha vida, eu cresci junto com os personagens e aprendi muito com eles, fui perceber isso depois que estava grande, mas a importância dessa história na minha vida é gigantesca!
Há quem ainda diga que é coisa de criança, tem gente que me critica, que fala que eu sou fútil por ser assim, mas quem é fã sabe como é, quem me conhece sabe como eu sou e entende que não é coisa de criancinha, que é mais do que uma história que magia existe pra quem acredita nela.
Lembrar de tantos personagens que se foram é triste, pensar que eu os amo como se fossem pedacinhos de mim e saber de tudo o que aconteceu ainda me deixa emocionada, mas as lições ficam e as coisas boas sempre prevalecem, isso foi mais uma das centenas de coisas que eu prendi com HP.
Dia 2 de maio é o dia da Batalha de Hogwarts, se tornou o dia dos Potterheads (pra quem não sabe, é o nome dos fãs de Harry Potter) e mais do que ver um, dois, todos ou apenas o último filme, hoje é dia de lembrar de tudo o que a gente aprendeu com esta saga, dia de agradecer à nossa Rainha J.K., dia de bater no peito com orgulho e dizer: "Eu sou fã de Harry Potter!".
Algum tempo atrás eu vi um vídeo de homenagem, uma música feita por fãs, pros fãs e pra todos envolvidos nesse mundo lindo, acho super válido compartilhar pra que a gente possa ver de novo e pra quem ainda não viu, se emocionar junto com quem já viu, porque não existe uma vez que eu não chore com esta letra.
Enfim, hoje to mais sentimental que o normal, sempre fico assim no dia 2 de maio, HP é importante demais pra mim!
heart emoticon
(legendado pra que todos entendam a letra)

01 maio 2015

A Mulher de Sagitário (23/11 a 21/12)

Esses dias olhando o facebook, vi uma postagem de uma amiga sobre o perfil da mulher de cada signo, eu deixei de acreditar nas previsões do horóscopo, mas esse lance de perfil, quase sempre da certo, daí eu corri pra ler o meu e cheguei à conclusão de que, quase tudo eles acertam, nem todas pessoas são iguais, mas eu me apavorei com a quantidade de coisas relatadas no texto em que eu sou igual! Achei tão legal que quis compartilhar com vocês aqui no blog, já que ando ausente e quero muito voltar com os posts frequentes, pra quem não é de Sagitário, como eu, é só clicar aqui, pra ver o site onde estão os textos de cada signo.


As mulheres de Sagitário são muito originais e sinceras. Nem sempre ela te dirá as coisas que tu queres ouvir; na maioria das vezes, ela vai deixar-te arrepiado com as suas observações desconcertantes e francas. Mas, de vez em quando, ela dirá coisas tão maravilhosas que vão fazer-te dançar de felicidade. Ela talvez seja um pouco franca demais porque vê o mundo tal como ele é. Ela não gosta de mentiras, e dificilmente alguma mulher de Sagitário costuma mentir, até porque esta mulher dificilmente conseguirá convencer as pessoas quando estiver a contar uma mentira. E nós temos que admitir que isso é uma ótima qualidade, não é? As sagitarianas são muito independentes. Quando quiseres que ela faça algo, pede-lhe: não tentes mandar nela. A técnica dos homens das cavernas não funciona com esta mulher. Ela não nasceu para ser mandada, odeia ter que receber ordens e abomina todo o homem que tente aprisioná-la. Ela gosta de ser protegida, mas não gosta de ser mandada. Se nem mesmo o seu pai consegue dominá-la, não vai ser qualquer um que vai achar que pode dar-lhe ordens!
A sagitariana não é de abrir mão da própria personalidade e da independência por homem algum. Deve ser por isso que as sagitarianas – logo atrás das aquarianas – representam o maior número de mulheres solteiras! Quanto mais nervosa ela fica, mais sarcástica se torna. A sagitariana pode mandar-te para o inferno com um grande sorriso estampado nos lábios. Mas nem sempre ela será tão “amável” assim, quando estiver realmente irritada. Enfrentar a raiva desta mulher não é a melhor coisa do mundo. Como todo o sagitariano (homem ou mulher), ela não é de armar o barraco, mas se resolver fazê-lo é melhor esconderes-te até a tempestade passar. Feliz daquele que tem a sorte de ter uma mulher de Sagitário como amiga. Ela alegrará todas as tuas festas, será a tua melhor confidente e estará sempre ao teu lado mesmo quando todos os teus amigos tiverem abandonado o barco. Ela é tão generosa, paciente e atenciosa com todos os amigos, que o seu telefone dificilmente fica muito tempo sem tocar. Se repararem bem, a maioria das sagitarianas recebem sempre telefonemas de amigos que nunca conseguem esquecê-las, mesmo que estejam distantes.
Ela é uma das poucas mulheres que costumam ter amigos de infância. Sim, eu disse amigos. Os mesmos que brincavam com ela na rua enquanto jogavam à bola, e que um dia perceberam que aquela menina um dia tornou-se uma linda mulher. Tentem reparar numa sagitariana a andar. Vejam como ela é uma mulher elegante e confiante, mesmo quando tropeça e derruba tudo pelo caminho! Sim, a coisa mais difícil de encontrar é uma sagitariana que por vezes não seja um pouco desajeitada. Também costuma ter uma atitude um tanto ou quanto displicente em relação a envolvimentos amorosos, o que pode levar algumas pessoas a acharem que é uma mulher fria e insensível. Puro engano! Ela emociona-se ao assistir a um filme triste e sonha contigo durante as noites em que estiver solitária, mesmo que nunca confesse isso. É possível que ela tenha guardado todos os bilhetes de amor que tu lhe escreveste, restos de flores que enviaste e a primeira entrada do cinema a que foram juntos. Mas não esperes ver este seu tesouro tão cedo! A sagitariana não gosta de revelar os seus segredinhos de amor. Deixar que tu vejas esses segredos é assumir que está apaixonada. E ela odeia sentir-se fragilizada!
Quando um romance acaba, por dentro ela pode estar chorar, mas responderá com tanta inteligência e habilidade às perguntas dos amigos, que todos pensarão que tudo não passou de um simples namorico de verão. Mal sabem como ela pode estar arrasada por dentro. A idade realmente não importa quando o assunto é a sagitariana. Elas permanecem meninas mesmo quando envelhecem. E, é essa alegria de viver, esse eterno otimismo que enfeitiçam os homens de bom gosto! Nenhuma mulher pode ser tão apaixonada pela vida quanto a sagitariana, e transmitir esse amor por todos os cantos por onde passa. Estar ao seu lado é viver o bom humor e acreditar no futuro. Amar uma mulher de Sagitário é recompensador e nunca é monótono. Não importa que ela não tenha aprendido a dizer o quanto te ama – para ela, isso é difícil. Quem já teve a felicidade de estar apaixonado por uma sagitariana sabe que a melhor maneira que elas têm para demonstrar o que sentem é pelas atitudes. Nenhuma mulher beija tão bem ou erradia tanta vida e alegria quanto um anjinho de Sagitário que chegou à conclusão – após passar várias noites em claro – de que o que sente por ti não é amizade, mas amor! E, quando as setas do cupido penetram nos nossos corações, não há magia no mundo que possa livrar-nos do poder do amor de uma sagitariana!
fonte do texto: jafoste.net

12 fevereiro 2015

Foo Fighters em Porto Alegre - EU FUI!

Que eles passaram pelo Brasil nas últimas semanas todo mundo sabe, que eles são uns queridos também, mas o que algumas pessoas não sabem é que EU ESTAVA NO SHOW DO FOO FIGHTERS EM PORTO ALEGRE! \õ/ 

Vou resumir pra vocês porque ninguém precisa ler meus mimimis, mas a vontade é escrever um post gigantescoooooo!!
O show foi quarta-feira, dia 21 de janeiro, mas eu fui pra fila no domingo, sim, vi meus amigos na Redenção e de lá fui direto pro centro de eventos da FIERGS, local do show, um amigo chegou mais tarde com barraca e colchonete, na mesma noite conhecemos mais dois guris que vieram de uma cidade pequena no Norte do estado, eles também acamparam conosco durante as 3 noites que ficamos lá.
As coisas não foram fáceis, mosquitos atacando, pouco conforto nas barracas, assalto na segunda noite de acampamento (tive sorte, fui a única que não teve prejuízos), gente babaca na fila furando, problemas com horários e infirmações desencontradas sobre o show e a organização do evento... eu poderia contar detalhes, mas o que realmente importa é que no final deu tudo certo, ficamos na grade! 
Gritei tanto pro Taylor que ele me viu lá de trás do palco várias vezes, amo o Dave, mas todos que me conhecem, sabem que Taylor sempre foi meu preferido da banda e eu estou mais encantada com ele do que nunca, ainda mais por ele ter trocado de lugar com Dave em certo momento do show e cantado os covers de Queen. <3 
Foi tudo tão lindo que  cansaço pós-acampamento e os problemas que tivemos foram esquecidos durante aquelas 3 horas de sonho realizado, sim, foram TRÊS HORAS de show!

Lindo, emocionante, inesquecível!
Com certeza lembrarei pra sempre destes dias de fila e principalmente do dia do show, valeu a pena o esforço, valeu a pena o investimento, eu faria tudo novamente!

Seguem algumas fotos que fiz do show e a set-list completa. ^^

Something From Nothing
The Pretender
Learn to Fly
Breakout
Arlandria
Generator
My Hero
Congregation
Walk
Cold Day in the Sun
In the Clear
I'll Stick Around
Monkey Wrench
Skin and Bones
Wheels
Times Like These
Detroit Rock City (Kiss)
Miss You (Rolling Stones)
Tie Your Mother Down (Queen)
Under Pressure (Queen & David Bowie)
All My Life
These Days
Rope
Outside
Best of You
Everlong




Espero que tenham gostado do post e das fotos, seguirei compartilhando com vocês todas as vezes que eu for em algum show marcante, o que acham?

Um beijo pra todo mundo aí que gosta de Foo Fighters e pra quem não gosta também, espero que aproveitem este post pra conhecer melhor a banda! =*

10 janeiro 2015

Desafio 30 dias de fotografia #6 - #10

Tempestades seguidas, falta de luz elétrica e mais de 24 horas sem internet tentando sabotar meu projeto fotográfico, mas nada vai me impedir de seguir e aqui estão as fotos dos últimos 5 dias gente! 


Dia 6: Um ângulo baixo.

Esta foto eu tirei faz um tempinho, mas gosto dela porque aqueles livros ali são lembranças boas que tenho. Eu estava deitada na cama e simplesmente mirei na minha estante.


Dia 7: Frutas.

Fotografia original que fiz pra um trabalho onde eu tinha que entregá-la em P&B, foi fotografada com luz natural da janela da minha casa.


Dia 8: Um mau hábito.

Sem dúvidas, o refrigerante, estou tomando apenas nos finais de semana, mas é complicado me livrar deste vício... ='(


Dia 9: Algo que você ame.

Fotografei a parte de cima da minha estante, lá tem um resumo das coisas que mais me fazem feliz, representadas por alguns objetos que eu guardo com todo amor.
Eles representam meu amor pela música, pelos livros, por escrever, por zebras, por games, personagens que marcaram minha vida... tantas coisas podem ser ditas pra explicar esta imagem, eu simplesmente não vivo sem estas coisas! <3


Dia 10: Memórias da infância.

Pra vocês parece ser apenas uma imagem de um dos 101 Dálmatas, mas não... o nome dele é Pingo, um dos protagonistas do desenho, uma das histórias que mais marcaram minha infância e exatamente este desenho dele, era o crachá com meu nome que ficava em cima do gancho onde eu guardava minha mochila na minha sala da pré-escola, SIM, quando eu tinha só 5 anos!
Não consigo me desfazer destas coisas, guardo até hoje comigo, com muito carinho. *-*

O desafio segue aqui e no Instagram gente, obrigada aos que estão acompanhando, beijo. =*

08 janeiro 2015

Dia do fotógrafo

Tudo começou em meados de 2008/9, quando eu comecei a admirar os profissionais que trabalhavam (e ainda trabalham) com minhas bandas preferidas, comecei a acompanhar mais eles e cada vez mais eu amava aquelas fotos, eu estava morando no interior e não podia ir nos shows, mas aquelas fotos transmitiam a emoção dos shows e me faziam imaginar como era estar naquele lugar naqueles momentos.

Eu sempre gostei de fotografia, desde criança, mas só tirava fotos em épocas especiais e aniversários, a coisa nunca foi fácil, mas eu sempre me encantei com tudo isso.

Depois que ganhei uma câmera portátil da minha mãe, tudo mudou, meu encanto aumentou e minha vontade de levar a fotografia mais além na minha vida só aumentava, então, depois de alguns anos de sonhos e um ano de Bacharelado na Federal do RS eu larguei tudo pra investir na fotografia e correr atrás deste sonho.

E aqui estou eu, pra agradecer à todos que me apoiam nesta escolha, que torcem por mim e que acreditam no meu trabalho. Agradeço também aos vários fotógrafos de bandas e shows que eu acompanho desde 2008, eles são os culpados por eu ter criado coragem pra correr atrás da fotografia, e agora eu nunca mais largo ela!

Feliz Dia do Fotógrafo! <3

Esta foto foi feita pela minha colega/amiga fotógrafa, Bruna Batista durante uma de nossas aulas na faculdade